Uma homenagem ao dia mundial da água

Em homenagem ao dia Mundial da Água, criado pela ONU em 22 de março de 1992, gostaríamos de publicar alguns produtos de iluminação que tiveram como inspiração a ÁGUA!

Light Drop – by Studio Mango, produzida por Wever e Ducré

Aqua Cil – by Ross Lovegrove, produzida por Artemide

Droplet – by Ross Lovegrove, produzida por Artemide

Long & Hard – by Philippe Starck, produzida por Flos

Sebastian 7 Drop Lights – by John Lewis

Buy John Lewis Sebastian 7 Light Drop Ceiling Light Online at johnlewis.com

Liquid Light Drop – by Next

2015 – O ano internacional da LUZ!

Pois bem, depois de um longo hiato no site, retomamos às atividades “iluminantes”!

O acaso fez com que, justamente em um período onde o Brasil enfrenta a escassez hídrica em diversas regiões e sofre com o aumento da taxa de energia elétrica – fatos que nos fazem voltar a nossa atenção para o quanto consumimos em W, logo também em iluminação – 2015 tenha sido eleito internacionalmente como o ano da LUZ.

IYL2015 – International Year of Light

O Ano Internacional da Luz é uma iniciativa global que tem como objetivo destacar a todos a importância da iluminação e suas tecnologias na vida de todos, como ela pode interferir no nosso futuro e no desenvolvimento da sociedade. É uma grande oportunidade para inspirar, educar e conectar todo o mundo sobre este tema!

Em 20 de dezembro de 2013 a UNESCO comunicou que o tópico para o ano de 2015 seria a ciência da luz e suas aplicações, reconhecendo a importância em aumentar a consciência global sobre como tecnologias da iluminação podem promover o desenvolvimento sustentável e buscar soluções para desafios mundiais nos campos da energia, educação, agricultura e saúde (eis que retornamos nossos pensamentos para a crise hídrica brasileira).

Como já publicamos diversas vezes, a luz é vital para o ser humano. IYL 2015 promoverá a divulgação para uma maior compreensão pública e política do papel da luz no mundo moderno, e celebrar diversas descobertas realizadas na área óptica desde os primeiros cursos mil anos atrás até a internet de hoje. Sociedades científicas, sindicatos, instituições educacionais, ONGs, profissionais do setor e fabricantes estão unidos nesta missão. São mais de 100 parceiros em mais de 85 países.

Com o secretariado localizado em Trieste, na Itália, a Cerimônia de Abertura foi realizada na UNESCO em Paris, nos dias 19 e 20 de janeiro, dando início a um ano repleto de eventos.

No Brasil o calendário está cheio! Separamos por cidades, todos podem participar: confira!

ANÁPOLIS, GO

16 a 19/09 – O Caminho da Luz

BELO HORIZONTE, MG

03/03 a 28/04 – Einstein e o 3º Milênio

04/03 a 25/03 – Teoria da Relatividade para não especialistas

05/03 a 30/04 – Introdução à Astrofísica

CURITIBA, PR

18 a 25/03 – Luz: por trás do bulbo 

28/09 a 02/10 – 24a Conferência Internacional de Sensores em Fibra Ótica

28/09 a 02/10 – Luz: por trás do bulbo

OURO PRETO, MG

23 a 27/02 – HF our window on the universe

PORTO ALEGRE, RS

19 a 20/05 – Estilo Luz Brasil 2015

21 a 24/10 – L-RO: Luz em ação

RIO DE JANEIRO, RJ

23 a 25/05 – 15a IPA: Bienal Internacional da Associação de Fotodinâmica

23 a 25/05 – SPIE Biofotônica América do Sul 

SÃO CARLOS, SP

01 a 25/07 – Kits de Luz e Óptica 

14 a 16/07 – Workshop Ano Internacional da Luz

16/07 – A luz e suas aplicações

17 a 18/07 – Show de Ciência do Ano Internacional da Luz

17 a 18/07 – O Ano Internacional da Luz para deficientes visuais

SÃO PAULO, SP

14 a 15/03 – Sundial UVimentro

15 a 19/08 – L-RO: Criando luz para a coexistência

17 a 21/08 – Semana da Luz no Brasil

No canal do Youtube, Lighting Designers, se pode encontrar mais de 50 vídeos que abordam como tema principal a Luz! Vale a pena dar uma olhada.

Quando a luz é um divisor

2014, Novembro. No dia 09 do mês de novembro, neste ano, serão comemorados os 25 anos desde que Berlim voltou a ser uma só cidade.

A queda do muro, que inspirou a música de Pink Floyd e que sobretudo rendeu imagens belíssimas reportando a liberdade de uma população inteira ao ter o seu direito de ir e vir devolvido, famílias que se reencontraram depois de décadas, foi um dos maiores símbolos perpetuados no século XX da vitória da democracia.

Passados estes 25 anos, Berlim se reconstruiu sem esquecer da sua História, por ela e para que o significado da queda do muro seja sempre relembrado, entre os dias 7 e 9 de novembro, o muro retornará. Retornará de uma maneira um tanto inusitada e muito interessante: será recriado o traçado do muro através do elemento chave do nosso blog, a LUZ.

LICHTGRENZE

No total, serão mais de 8.000 balões luminosos, inflados com gás hélio, dispostos ao longo de 15km, dividindo novamente a Berlim em oriental e ocidental. Nos trechos onde ainda existem partes do muro histórico, serão compartilhadas ainda 100 histórias reais que tiveram o muro como personagem principal. E, ao fim da tarde do dia 09, milhares de moradores irão até o seu respectivo balão, colocarão a sua mensagem nele e depois o lançarão ao ar ao som da 9º Sinfonia de Beethoven “Ode an die Freunde”.

As 100 histórias e as mensagens dos moradores estão no site https://fallofthewall25.com/ e quem quiser contribuir e fazer parte deste evento pode também deixar a sua mensagem lá. Valem memórias, opiniões, desejos e reflexões sobre o significado da Queda do Muro de Berlim.

Os idealizadores do “muro de luz” Christopher e Marc Bauder entre as estruturas. Delas sairá a luz que iluminará os balões presos na parte superior. Foto de Frank Ebert

WHITEvoid

O escritório de design de Berlim está ajudando a tornar real a ideia dos irmãos Bauder, com o apoio da Robert-Havemann-Gesellschaft e Kulturprojekte Berlin GmbH. O designer Christopher Bauder, designer, resolveu unir o seu conhecimento em instalações cinéticas de LED com a experiência do seu irmão, Marc, cineasta. Os balões, de 60 polegadas de diâmetro, ficarão fixados nas estruturas de 3,40m de altura, correspondendo mais ou menos à altura original do muro.

Para o funcionamento da iluminação de LED nas estruturas dos balões, serão utilizadas mais de 60.000 baterias. E após o lançamento deles no céu, a borracha biodegradável que estão sendo fabricados (material desenvolvido em parceria com a Universidade de Hannover), além do gás hélio, irão se decompor naturalmente pelos fatores ambientais: sol, oxigênio ou bactérias.

Além de ser uma ideia brilhante, toda a engenharia pensada para não comprometer o meio ambiente demonstra o quanto a Alemanha se evoluiu após a Queda do Muro. Um exemplo a ser seguido por todas as nações: recordar da sua História, manter a identidade do seu povo e procurar um futuro melhor para todos.

Na página do facebook você pode acompanhar os preparativos e matérias feitas a respeito:

https://www.facebook.com/lichtgrenze

E a estrela da vez: Versalhes

Parece proposital falarmos de construções históricas e tecnologia moderna sequencialmente, mas foi a casualidade dos fatos e a contemporaneidade das publicações mundiais que apontaram primeiro à Capela Sistina, e agora o Palácio de Versalhes.

Pois bem, enfatizando a série se já conhece, você terá que ir de novo, o Palácio de Versalhes ganhou a instalação de um lustre moderno – o Chandelier Gabriel.

Image

© Studio Bouroullec

A primeira peça contemporânea a ser instalada em caráter permanente no Palácio de Versalhes é obra de Ronan & Erwan Bouroullec.

A luminária, que à distância pode lembrar uma simples corda luminosa, é o fruto de materiais nobres e alta tecnologia. Com mais de 12 metros de altura e peso de quase meia tonelada é composto por 800 módulos de cristal Swarovski. Estas peças são penduradas através de um eixo flexível metálico contendo o sistema de LED.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Fonte:

Contemporist 

Capela Sistina: o que está por vir em 2014

A fabricante de lâmpadas, luminárias e acessórios Osram está providenciando a iluminação da Capela Sistina no Vaticano com uma nova solução em LED. Depois de 500 anos, a grande obra de arte poderá ser vista em um nível de detalhamento inédito, e a instalação especial para conservar a obra-prima dará maiores níveis de iluminância. Além disto, o sistema terá uma redução de 60% no consumo energético comparado ao sistema de iluminação atual.

A arte exige a melhor e mais eficiente iluminação. Seguindo a iluminação especial realizada para o Museu Lenbachhaus  em Munique, os famosíssimos afrescos da Sistina agora ganharão a mesma luz, contando sempre com a autoridade da Osram para integrar a experiência de acordo com as especificações.

Ao longo do próximo ano, cerca de 7000 LEDs serão distribuídos de forma a iluminar uniformemente a Capela Sistina de modo a mostrar a totalidade dos detalhes das pinturas. O espectro de cor foi feito especialmente, baseado cientificamente para reproduzir com alta precisão os pigmentos coloridos da obra de Michelangelo.

As luminárias serão instaladas de forma invisível aos olhos dos visitantes, entre as janelas para que a luz artificial tenha a mesma direção da luz natural. Até hoje, os afrescos da Capela Sistina eram pouco visíveis pois dependiam da intensidade luminosa da luz solar.

O quesito de conservação e a proteção do trabalho de arte nortearam o conceito do projeto, e a nova solução em LED encontrada é significantemente mais eficiente do que qualquer outro tipo de iluminação artificial. A iluminância de aproximadamente 50 a 100 lx representam 10x mais luz do que o sistema atual, e portanto, todos os aspectos dos afrescos poderão ser claramente visíveis com o menor processo de desgaste possível.

Além disto, a qualidade da iluminação e a redução considerável de 60% no sistema de iluminação são outros aspectos fundamentais do projeto.

O projeto-piloto, nomeado LED4Art é subsidiado pelo PSP-CIP, que pretende demonstrar as novas possibilidades de tecnologia para o LED, além do seu consumo menor em relação às outras tecnologias e maior qualidade de luz para abrir as portas do mercado a esta tecnologia. Além da organização europeia e da Osram, a Universidade de Pannonia da Hungria, o Instituto de Pesquisa em Energia da Catalunha da Espanha e a Faber Technica da Itália estão participando deste projeto.

 

ImagemImagemImagem

 

 Fonte: Osram – Copyright

 

A luz de Bruce Munro

Hoje vamos apresentar a arte de Bruce Munro.

Este artista britânico utiliza a luz como forma de expressão em sua arte e leva em consideração a interação humana como troca de experiências.

Bruce tem a tendência de usar componentes e materiais reutilizados de forma criativa, além de integrar tudo isso com o manuseio da luz. Com isso ele nos traz obras de arte temporárias porém que ficam marcadas para sempre pela sua beleza.

Clique nas imagens abaixo para visualizar a obra de Bruno :

Equalizadores de luz !

Na semana de design de Londres, a Established & Sons abrigou em seu showroom uma instalação de luz do artista Faye Toogood que consiste basicamente em uma mesa com diversos interruptores que são conectados a fluorescentes tubulares fixadas em uma parede revestida em páineis de zinco iridescente.

ImagemImagemImagemImagem

Quando os usuários interagem com a obra, ligando e desligando os diversos interruptores da mesa, a parede se transforma em um grande equalizador ! Adoramos esta instalação, e vocês?