and the Oscar goes to…

Hoje, 2 de julho de 2012, está acontecendo neste exato instante, a cerimônia de entrega dos vencedores do Red Dot Design Award. Um prêmio anual para a área de design – produto, projeto, comunicação – comparado ao Oscar do cinema mundial.

São várias as categorias participantes, divididas em 3 famílias:

  • Product Design
  • Communication Design
  • Design Concept

Dentro da primeira, existe a categoria Light and Lighting Design. E é sobre essa, por óbvios motivos, que eu vou me concentrar.

Os premiados deste ano foram:

1. Econe Ceiling and Pendant Luminairesidealizado por Hartmut S.Engel Design Studio e produzido por RZB-Leuchten, ambos de origem alemã.

Dueto dinâmico: se estudarmos os ensinamentos do Feng Shui, veremos que a luz tem uma influência central sobre o bem-estar de cada indivíduo. O objetivo deste projeto é usá-la em benefício de todos. O sistema de iluminação Econe – versão aplicada no teto e versão suspensa – trabalha com a dinâmica da luz para se adaptar aos humores e necessidades individuais, combinando com uma grande superfície iluminada homogeneamente com luz branca e um quadro de luz colorida o seu redor. Os dois tipos de iluminação se unem como em um dueto, criando uma atmosfera harmoniosa e agradável. A fonte de luz é projetada para não ofuscar o usuário, gerando reflexos suaves e sombras sutis. A luminária, pensada principalmente para uso comercial e de escritório, na versão pendente é suspensa através de cabos de aço de até 3 metros de comprimento.

Declaração do júri: “Econe enfeitiça os sentidos do espectador e cria uma sensação de bem-estar em qualquer sala. O conceito de design de luz estética ultrapassa os limites das estruturas de iluminação contemporâneos. Ao fazê-lo define uma relação nova e emocionante entre as pessoas, espaço e luz.”

Econe Pendant Luminaire

2. Jinn Floor Light and Table Lightidealizado pelo inglês Mathias Hahn – Product Design Studio e produzido pela eslovaca Vertigo Bird d.o.o.

Um novo espírito: o movimento Art Nouveau teve o seu marco na iluminação na década de 20 com os abajures de vidro colorido Tiffany. Na década de 80 o grupo Memphis desenvolveu luminárias que pareciam mais objetos Pop-Arte do que luminárias em si. A combinação clássica e equilibrada das peças que compõem a luminária dão uma unidade formal coesa. A luz, “presa” na parte central da luminária, nos recorda o conto 1001 Noites. Esse é o diferencial do produto: ao invés de seguir o modelo tradicional das luminárias, Jinn deslocou o ponto luminoso para o centro do objeto, refletido pela máscara de alumínio interna, emitindo a luz para fora do mesmo. O ajuste de intensidade lembra um candeeiro: o interruptor circular permite o ajuste intuitivo da luz. Design inteligente.

Declaração do júri: “Sua linguagem de forma inovadora faz com a que série Jinn seja muito atraente. Aqui uma fonte de luz é dada uma expressão forte e homogênea. Jinn demonstra como, ao questionar as formas estabelecidas, pode-se criar algo novo convincente.”

Jinn – modelo na cor preta.

3. Moon Outdoor Lightingidealizado pelo estúdio sueco LundBerg Design e produzido pela italiana Platek Light srl.

Na luz clara – a iluminação externa noturna desempenha um papel central na imagem dada por um edifício e deveria criar uma relação simbiótica com a arquitetura. Com esse conceito, a Moon faz com que a iluminação externa seja integrativa, completando e destacando a arquitetura moderna que a inspira. A harmonia visual é baseada na coerência entre as duas formas geométricas desenhadas, que servem como base para diversas aplicações: o círculo e o quadrado. O primeiro é relacionado a como o LED é integrado na luminária, transformando a ausência de matéria dentro dele no elemento principal, formando a auréola luminosa.

Declaração do júri – “O purismo de Moon Outdoor Lighting é altamente convincente. A interpretação inovadora da tecnologia LED cria um link na atmosfera entre a arquitetura e seu ambiente. A natureza modular da luminária a torna utilizável em uma ampla variedade de situações.

Moon Outdoor Lighting – uma das tantas possibilidades de instalação

4. Xoolum Linear Led – Lighting Fixtureidealizado pelos designers Michael Kramer e Gabriela Vidal, da Alemanha e produzido pela também alemã LED Linear GmbH.

Funcialmente alinhado: A teoria do sistema descreve a linearidade como a capacidade de reagir a mudanças. Xoolum é uma luminária a LED com tensão de saída de 24Vdc com enorme versatilidade: seus vários elementos oferecem novas possibilidades para um projeto de iluminação de caráter corporativo exigente. Acoplável, a luminária pode chegar a 6 metros lineares, sendo uma boa opção para espaços internos de dimensões consideráveis, fornecendo uma iluminação homogênea. A cabeça do objeto, octogonal, é ajustável em 45°, podendo ser utilizada em casos de iluminação direta difusa ou então assimétrica wallwasher.

Declaração do júri: “Xoolum apresenta um sistema de iluminação LED em uma linguagem de forma completamente nova e funcionalidade. Elegância formal combina com perfeição nos detalhes. Este conceito pensado oferece uma base para uma enorme variedade de usos na arquitetura.”

módulo linear da Xoolum.

fonte: http://en.red-dot.org

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s