24 horas em 6 cidades

Dubai, a segunda maior cidade dos Emirados Árabes, e uma das mais tecnológicas do mundo, teve o seu dia 11 de novembro de 2011 registrado. O trabalho de Gerald Donovan faz parte do projeto Worldwide 11-11-11 time lapse – 1day6cities. Mais informações sobre a montagem do video estão disponíveis no seu blog.

As fotos foram feitas com um intervalo de 30 segundos começando às 4 horas da manhã.

Dentre as 6 cidades envolvidas no projeto – Londres, São Paulo, Dubai, Shangai, Auckland e San Fancisco – eu escolhi o vídeo do Donovan justamente por mostrar como o ritmo do dia e da vida das pessoas se vê através da variação da luz, seja ela natural ou artificial. O ser humano depende da luz para viver, assim como outros componentes fundamentais como a água e o oxigênio, mas é através da luz que nos baseamos na passagem do tempo.

Há muito tempo atrás, os celtas contavam o tempo com base nas noites. De uma cultura nômade, durante o dia eles aproveitavam a claridade para se deslocar – normalmente seguindo a direção do sol, do leste para o oeste – e achar um lugar seguro para dormir. Então era a partir do momento em que eles estavam parados -a noite – que eles contavam as semanas e meses pelas fases da lua.

Já a civilização greco-latina, tendo se fixado em um local com a criação da sociedade e da cidade modernas, acabou contando o tempo pela passagem do sol. Intrigante isso, pois se paramos para pensar os meses da cultura ocidental tem realmente 30 dias, ignorando os “28” dias  da revolução da lua ao redor da terra.

Interessante, não?

sobre o projeto:

  • A ideia era ver o que acontecia simultaneamente em 6 pontos diferentes do planeta, a partir da meia-noite – horário de Greenwich.
  • Foram determinadas 6 cidades para o projeto porque a data 11-11-11 tem seis vezes o numero 1.
  • Cada uma das cidades tem uma diferença de 4 horas da outra, totalizando a volta pelo planeta.
  • Outro objetivo era mostrar as atividades que acontecem ao longo das 24 horas registradas nas diferentes cidades, além de ver a passagem do sol ao redor do mundo.
  • Todos os fotógrafos submeteram o seu trabalho para a organização, montando 6 filmes, que serão expostos em 6 mostras: uma para cada cidade envolvida no projeto.
  • Os 6 filmes serão mostrados contemporaneamente, para ver a diferença do tempo pela passagem do sol ao redor do mundo. Sinceramente, acho que isso nunca foi feito antes, tudo acontece em paralelo, simultaneamente, não importa onde estamos.

fonte:

1 Day 6 Cities – site do projeto, pensado por Daniel Alexander e Patrick Dalton

Gerald Donovan – blog do fotografo

Leggo – jornal italiano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s